sexta-feira, 10 de março de 2017

Jornalista diz ter sido agredido por grupo ao cobrir assassinato no RS

Um jornalista de Antônio Prado, na Serra do Rio Grande do Sul, relata ter sido agredido por cerca de 15 pessoas ao cobrir uma ocorrência de assassinato na cidade, que tem cerca de 13 mil habitantes. Segundo Ronei Marcílio, o fato aconteceu na noite quarta-feira (8) perto do local do crime, na Rua Ângelo Golim, bairro Aparecida. Marcílio conta que, ao chegar até o local, os moradores estavam tentando linchar o suspeito do crime. O jornalista, então, começou a fazer imagens com uma câmera fotográfica de um ponto afastado. LEIA MAIS : http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2017/03/jornalista-diz-ter-sido-agredido-por-grupo-ao-cobrir-assassinato-no-rs.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário