terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Linha 3-vermelha trava após vagão sair dos trilhos

Um trem da linha 3-vermelha do metrô descarrilou às 15h de ontem, entre as estações Artur Alvim e Corinthians-Itaquera (zona leste), deixando uma passageira com ferimentos leves e prejudicando a volta para casa. Passageiros levam até 1 hora para conseguir pegar ônibus As duas estações foram fechadas e outras, como Sé e Anhangabaú, ficaram lotadas, com filas nas catracas. A linha 3 é a mais movimentada do metrô –transporta 1,234 milhão de passageiros todos os dias. O acidente ocorreu por volta das 15h, quando o trem se aproximava da estação Itaquera. Ao sair do trilho, um dos vagões atingiu e destruiu as grades de uma passarela de proteção. Os passageiros tiveram de desembarcar nessa passarela, e uma mulher ficou ferida levemente no pulso. O trem foi retirado do local na noite de ontem. O Metrô informou, à 0h30 de hoje, que a operação foi normalizada e que as estações Corinthians-Itaquera e Artur Alvim foram reabertas. O descarrilamento de um trem no metrô Corinthians-Itaquera no começo da tarde de ontem transformou em caos a volta para casa de quem usa a linha 3-vermelha. Na estação Patriarca, última que estava funcionando, ônibus lotados deixavam os passageiros espremidos. Para compensar a falta de trens no trecho entre Artur Alvim e Itaquera, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) limitou o acesso na entrada da estação Patriarca só para ônibus. Agentes da SPTrans ficavam na porta, definindo o limite de passageiros em ônibus que já estavam lotados –eles entravam depois da catraca e não precisavam pagar passagem. Sem conseguir embarcar, muitos faziam o trajeto para casa a pé. FONTE : William Correia do Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário