segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

CONHEÇA A VIDA DO APRESENTADOR GERALDO LUÍS

Ele revela detalhes de sua trajetória até o Domingo Show, da Record TV, impulsionado pela infância miserável ao lado 
da falecida mãe Na contramão 
de estrelas que calculam cada palavra do que falam, o apresentador do Domingo Show, da Record TV, Geraldo Luis, 46 anos, solta o verbo sem medo. Espontâneo, conta em detalhes suas tragédias, como o passado difícil ao lado da mãe, Olga, que morreu aos 68 anos, em 2007. Juntos, passaram fome e moraram no fundo de um prostíbulo de Limeira, interior de São Paulo. Do drama ele vai à comédia com o mesmo despudor e revela, por exemplo, que coleciona meias coloridas e, garante, as mantêm até mesmo durante o sexo. Pai de João Pedro, 16, o animador, que há dois anos e meio comanda a atração dominical das 11h às 15h30, recebeu a CONTIGO! na casa que divide com o filho, em um condomínio fechado da capital paulista, para contar suas histórias cheias de reviravoltas. Entre elas, a punição em forma de afastamento que sofreu da emissora em abril desse ano e, mais recentemente, uma suposta briga com o canal por ter se recusado a assumir um programa diário. Prepare-se para se surpreender com esta sincera conversa, relatada abaixo! NATAL SEM PAI “No dia 24 de dezembro de 1973, o meu pai foi comprar cigarro e sumiu. Eu tinha 4 anos. À procura dele, minha mãe passou a véspera do Natal em hospitais, delegacias e cemitérios. Depois de duas semanas, soubemos que ele tinha ido morar com outra mulher.” UM PROSTÍBULO COMO LAR “Por um tempo, eu e minha mãe moramos de favor na casa dos outros. Ela sempre trabalhou como faxineira ou lavando roupa para fora. Quando eu tinha 15 anos, fomos para o fundo de um prostíbulo onde dividíamos um banheiro com prostitutas e travestis. Sonhávamos com um banheiro próprio.” LEIA MAIS : http://contigo.uol.com.br/noticias/exclusivas/de-agente-do-iml-a-apresentador-o-geraldo-luis-que-voce-nao-conhece.phtml#.WGsRtdIrLIU

Nenhum comentário:

Postar um comentário