quinta-feira, 3 de novembro de 2016

MORRE AOS 24 ANOS ATRIZ ALINE BARRETO APÓS ACIDENTE COM EXPLOSÃO DE BUEIRO NO RIO

Depois de mais de um mês internada, morreu no Hospital da Força Aérea do Galeão, no Rio, a atriz Aline Barreto Pais, uma das oito vítimas da explosão de um bueiro ocorrida na Lapa, no Centro, no final de setembro. A morte foi confirmada pela assessoria da Força Aérea Brasileira (FAB). De acordo com a FAB, Aline teve óbito confirmado às 20h49 desta terça-feira (1º). Ela estava internada lá desde o dia 25 de setembro, após ser transferida do Hospital Municipal Souza Aguiar. Ela teve mais de 50% do corpo queimado na explosão do bueiro e teria sofrido complicações no tratamento. A causa da morte não foi divulgada. Segundo uma amiga da família, Sandra Vilella, de 51 anos, os familiares de Aline são de Cabo Frio, cidade onde deverá acontecer o enterro. Em conversa com o G1, ela evidenciou a gravidade dos ferimentos sofridos pela jovem, que havia acabado de ser aprovado no mestrado em sociologia. "Ela teve 70% do corpo queimado, não foram 50% como divulgaram. Ela ficou 35 dias internada, a maior parte do tempo em coma induzido. Há pouco tempo ela teve uma melhora, chegou até a abrir os olhos, mas não conseguia nem se comunicar", contou Sandra. Segundo Sandra, a família da jovem está muito abalada e a mãe de Aline, Fabiane Barreto, "não está conseguindo nem falar". "A mãe dela sofreu muito acompanhando essa internação. A Aline passou por um tratamento muito sofrido. Ela tinha que passar por raspagens no corpo a cada dois dias, sofreu várias transfusões de sangue. Foi um processo muito longo e sofrido", destacou. A explosão ocorreu em um bueiro na esquina da Rua do Senado com Avenida Gomes Freire, na Lapa, na noite de 24 de setembro, um sábado. Aline havia saída da comemoração do aniversário de uma amiga quando foi vítima do acidente. A Polícia Civil indiciou três funcionários da Light, que vão responder por explosão, homicídio culposo e sete lesões culposas, quando não há intenção de matar. A Light disse que está colaborando com a polícia, mas que não foi informada sobre o indiciamento dos funcionários. A empresa lamentou a morte de Aline e disse que está prestando assistência à família dela e das outras vítimas. A região da Lapa, onde ocorreu a explosão, é uma das mais movimentadas do Rio durante a noite e é muito conhecida por concentrar diversos bares e boates. LEIA MAIS : http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/11/vitima-de-explosao-de-bueiro-no-rio-morre-apos-mais-de-um-mes-internada.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário