domingo, 2 de outubro de 2016

SÃO PAULO DÁ ADEUS AO PT ELEGENDO NO 1º TURNO JOÃO DÓRIA JR DO PSDB

João Agripino da Costa Doria Junior, mais conhecido como João Doria Jr. (São Paulo, 16 de dezembro de 1957) é um empresário, publicitário, jornalista, político e apresentador de TV. É o atual prefeito da cidade de São Paulo. Ficou conhecido como entrevistador de talk-shows, palestrante e organizador de eventos empresariais. É criador e presidente licenciado do Grupo Doria, que reúne seis grandes organizações, dentre as quais o Lide — Grupo de Líderes Empresariais, uma associação de 1700 empresas nacionais e multinacionais, que, segundo o site do Grupo Doria, respondem por 52% do PIB privado brasileiro. Em 2012, foi eleito uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil, segundo a revista Istoé. Em 2016, foi escolhido para ser o candidato do PSDB para concorrer à Prefeitura Municipal de São Paulo nas eleições de 2016. João Doria Jr. nasceu em 16 de dezembro de 1957 na cidade de São Paulo, filho do publicitário e ex-deputado federal João Doria e de Maria Sylvia Vieira de Morais Dias Doria (–1974). De origem abastada, descende dos Costa Doria, uma família brasileira do período colonial, cujos membros foram senhores de engenhos, militares e políticos da Bahia. Mas, em meio aos incidentes políticos no Brasil dos anos 1960, Doria Jr. teve uma infância conturbada. Seu pai, publicitário e marqueteiro político,que se elegera deputado federal pelo PDC da Bahia, teve o mandato cassado pelo Ato Institucional nº 1 , logo após o golpe militar de 1964, tendo sido obrigado a permanecer fora do país por dez anos. Exilou-se então em Paris, com Maria Sylvia e os filhos - João e Raul. Dois anos depois, a esposa retorna ao Brasil, com os dois meninos, enquanto ele permanecia na França, onde se viria a se graduar em psicologia na Universidade de Paris (1967), obtendo, em seguida, o mestrado, na mesma área, pela Universidade de Sussex, na Inglaterra (1969). De volta ao Brasil, Maria Sylvia instala uma fábrica de fraldas no bairro de Pinheiros, em São Paulo. O filho mais novo, Raul, ingressa no Colégio Rio Branco, no bairro de Higienópolis, com uma bolsa de estudos, enquanto o mais velho, João, frequenta a Escola Estadual Professora Marina Cintra, na rua da Consolação. Em 1970, aos 13 anos, começa a ajudar sua mãe na fábrica pertencente à família. Mais tarde, através das relações do pai, consegue um estágio com o publicitário Flávio Corrêa, no departamento de Rádio, TV e Cinema de uma agência de propaganda. Em 1974, João Doria (pai) finalmente retorna ao Brasil, como diretor comercial de uma empresa argentina exportadora de vinhos. Três meses após sua chegada, Maria Sylvia morre de pneumonia.
um novato em eleições, foi eleito no primeiro turno prefeito de São Paulo, maior cidade do país, neste domingo (2). Com isso, pela segunda vez, o PSDB comandará a Prefeitura paulistana, dez anos após José Serra abandonar o cargo, antes da metade do mandato, para disputar a eleição para governador. Empresário e apresentador de programa de TV, Doria estreou em uma eleição contando com o apoio do governador Geraldo Alckmin, e acabou tendo uma ascensão surpreendente nas pesquisas de intenção de voto a partir de setembro. Na véspera da votação do 1º turno, as últimas pesquisas Ibope e Datafolha de intenções de voto para prefeitura de São Paulo mostravam que Doria disparava na liderança e que a segunda vaga no 2º turno poderia ser disputada por três candidatos: Fernando Haddad (PT), Celso Russomanno (PRB) e Marta Suplicy (PMDB). No Datafolha, Doria tinha 44% das intenções de votos válidos; no Ibope, aparecia com 35%. Os votos válidos excluem os brancos e nulos, além dos entrevistados que não souberam ou não responderam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário