quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Morre Duda Ribeiro, aos 54 anos, vítima de câncer

Segundo o hospital, Duda estava em processo de quimioterapia para tratamento de um tumor neuro-endócrino, que evoluiu para uma pneumonia grave e resultou em choque séptico. Em 2011, após rodar o filme "Assalto ao Banco Central", Duda deu uma entrevista ao EGO falando sobre a doença e contou que havia dado apoio ao diretor do filme, Marcos Paulo, que, na ocasião do trabalho, lutava contra um câncer no esôfago. Disse para o Marcos que essa doença não é para você pensar no porquê, mas para quê está tendo ela. Falei que tudo na vida passa e que temos que viver o momento. O fato de eu ter conseguido concluir a filmagem e poder ter ido à pré-estreia é um exemplo de vitória, um merecimento que Deus me concedeu pra continuar meu trabalho". Sempre com esperança No dia 7 de setembro, Duda Ribeiro fez um post no Facebook falando sobre a vida: "A vida nas mãos do Criador. Não se iluda, ela não será controlada por você. Por isso, tente, uma vez só, deixar que ela flua como Ele quer". O ator deixa dois filhos, Júlia, de 16 anos, e Felipe, de 14, do relacionamento com a dentista Patricia Iorio. Na web, amigos do artista lamentaram sua morte. A escritora Thalita Rebouças fez um post em seu perfil no Instagram: "O Duda se foi. Lutou e trabalhou até o fim, foi bonito de ver. Um dos trabalhos foi o seu Onofre, pai da Ritinha, na montagem teatral de 'Tudo por um Pop Star'. Uma honra para mim. Era uma luz. Sempre bom estar perto dele. E deixou um grande ensinamento: menos mimimi e mais vida, por favor. Vá em paz, Duda. Todo mundo aqui tá te aplaudindo de pé. Hoje e sempre". A jornalista Ana Paula Araújo também comentou a morte do ator ao ver o post de Thalita: "Triste demais... O Duda deixa uma lição de alegria, amor à vida, ao trabalho, aos amigos. Uma pessoa rara. Viverá pra sempre em nossos corações". Procurado pelo EGO, Paulo Betti falou sobre a morte do ator: "Lamento muito, foi um guerreiro, um cara que lutou muito". Emocionada, Letícia Spiller também conversou com a reportagem sobre a perda do amigo de longa data. Ela conheceu Duda através do ex-marido, Marcello Novaes, que cursou com ele O Tablado, tradicional escola de artes dramáticas localizada no Rio. "O Duda, para mim, é uma lição de vida. Ele lidou com tudo isso sempre com bom humor, alegria, com aceitação. Ele é uma pessoa muito especial para mim. Ele e Marcello são muito amigos, convivemos muito. Acho que, no decorrer da doença, ele se iluminou ainda mais. Sempre nos passava um aprendizado, uma iluminação mesmo. A única certeza da vida é a morte, então temos que lidar com isso da melhor forma possível. Ele era um exemplo de fé, de amor, de viver com alegria". FONTE : Por Priscila Bessa Do EGO, no Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário