quarta-feira, 27 de julho de 2016

Dobra o número de idosos com passe livre no metrô

O número de idosos que podem andar de graça no Metrô de São Paulo mais que dobrou em dois anos, o que ajuda a aumentar a crise financeira da companhia. Segundo dados obtidos pela reportagem via Lei de Acesso à Informação, o número que era de 25 milhões em 2013 chegou a 51 milhões no ano passado, um crescimento de 106% –isso considerando só o total de passageiros que usam o bilhete de idoso; é possível ainda andar sem pagar apresentando o documento de identidade na catraca. Por trás desse crescimento está uma decisão da Assembleia Legislativa e do governo Geraldo Alckmin (PSDB). Pelo Estatuto do Idoso, lei federal de 2003, a gratuidade só é obrigatória para maiores de 65 anos. Entre 60 e 65 anos, o benefício fica a critério de Estados e municípios. FONTE : FOLHA DE S.PAULO

Nenhum comentário:

Postar um comentário