domingo, 10 de abril de 2016

Edifício Matarazzo abre as portas à população

Após permanecer anos com suas portas fechadas para moradores e turistas, a Prefeitura de São Paulo abriu sua sede para receber visitações guiadas gratuitas, liberando o acesso a mais um patrimônio histórico na região central da cidade. Os roteiros começaram em setembro de 2015 em fase de testes e foi definitivamente aberto à população em novembro. Como visitar? Para fazer o tour, os interessados devem fazer o agendamento antecipadamente pelo e-mail visitaedificiomatarazzo@spturis.com até às 14h do dia anterior. As visitas têm duração prevista de uma hora, com grupos de até dez pessoas e são acompanhadas por um funcionário da SPTuris, que conta histórias e curiosidades sobre o edifício. As visitas acontecem de segunda a quinta-feira (10h, 12h e 15h), às sextas-feiras (15h, 17h e 19h) e aos sábados (às 10h e 14h), com grupos de até dez pessoas. Roteiros O passeio se inicia em frente ao edifício, ao lado da van de informações turísticas da SPTuris, no próprio Viaduto do Chá, onde os visitantes recebem informações sobre a história do edifício e sua arquitetura. Em seguida, o grupo é levado ao hall de entrada, onde fica um enorme mapa do Brasil, do ano de 1939. No segundo andar, eles assistem a um vídeo sobre a história do prédio e da família Matarazzo. Por fim, a visita é encerrada no jardim, localizado na cobertura do prédio, onde há 3 mirantes e mais de 400 espécies vegetais de todas as partes do mundo. Dos mirantes, é possível ver alguns pontos turísticos bem conhecidos em São Paulo, como o Edifício Copan, o Edifício Altino Arante (Banespa) e o Theatro Municipal. Aos sábados, a visita passa também pelo quinto andar, onde está localizado o Gabinete do Prefeito, que reúne objetos e obras de arte, como tela da artista Tomie Ohtake e um quadro de Clodomiro Amazonas História O prédio possui um estilo que lembra construções italianas da década de 30 e foi projetado por Severo e Vilares, com revisão do arquiteto italiano Marcello Piacentini. A construção foi entregue ao proprietário, Francisco Matarazzo Júnior, e funcionou como sede das indústrias da família até 1972, quando foi vendido ao Grupo Audi. O edifício, conhecido também como “Banespinha” por ter sido uma das sedes do Banco do Estado de São Paulo até 2003 ou Palácio do Anhangabaú, foi cedido à Prefeitura depois de uma renegociação da dívida da Companhia Municipal de Transportes Coletivos, em 2004, quando passou a abrigar a sede da administração municipal. Serviço Edifício Matarazzo Endereço: Viaduto do Chá, 15 – Anhangabaú – Centro Agendamento: visitaedificiomatarazzo@spturis.com Funcionamento: Segunda a quinta-feira: 10h, 12h e 15h Sextas-feiras: 15h, 17h e 19h Sábados: 10h e 14h FONTE : ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO PMSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário