terça-feira, 15 de setembro de 2015

FURTO DE ÁGUA NOS ARREDORES ''FEIRINHA DA MADRUGADA '' DARIA PARA ABASTECER TODO O BAIRRO DE ITAQUERA POR UM MÊS

A Sabesp flagrou nesta segunda-feira (14) um furto de água na Feirinha da Madrugada, no Brás, em São Paulo. Os funcionários da companhia encontraram uma ligação clandestina que desviava a água antes de passar no relógio. Assim, parte do consumo não era registrada. Pelos cálculos da Sabesp, foram desviados 350 mil litros por mês, o suficiente para abastecer cerca de 90 pessoas. A companhia disse que vai fazer a cobrança retroativa da água furtada e também da tarifa de esgoto. Em nota, a Secretaria de Subprefeituras, por intermédio da administração da Feira da Madrugada, disse que abriu um procedimento administrativo para apurar as responsabilidades. De janeiro a julho, foram 11.168 casos de furto em 38 cidades em que a Sabesp atua. Segundo a estatal, os mais de 2 bilhões de litros de água potável furtados são suficientes para abastecer cerca de 200 mil pessoas durante um mês. As fraudes, segundo dados inéditos obtidos pelo G1, são 16,5% maiores em relação ao mesmo período de 2013 (9.580 registros) e 35,8% acima do registrado em 2014 (8.220 fraudes). Já em todo ano de 2014, houve desvio de 2,58 bilhões de litros. No ano anterior, foram furtados 2,61 bilhões de litros. Desde 2013, o volume seria suficiente para abastecer 720 mil pessoas por um mês. Isso representa atender a cidade de Santo André por 30 dias. Desde o começo deste ano, a Polícia Civil reforçou os trabalhos de fiscalização. Como furtar água é crime, equipes do Departamento Estadual de investigações criminais (Deic) são acionadas para acompanhar forças-tarefa que podem resultar em prisões em flagrante. Em 2015, a média foi de cinco prisões por mês só na capital e Grande São Paulo. FONTE G1 SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário