domingo, 26 de julho de 2015

Subprefeituras perdem R$ 730 milhões na gestão Haddad

São Paulo, 24 - As 32 subprefeituras de São Paulo perderam até R$ 730 milhões em recursos nos dois primeiros anos da gestão Fernando Haddad (PT). Neste ano, as administrações regionais continuam com desempenho aquém do observado nos mandatos anteriores. A desidratação dos órgãos é uma medida coordenada pela Prefeitura, que aloca em pastas do primeiro escalão verbas que antes eram reservadas aos subprefeitos. Moradores das regiões mais afetadas já têm reclamado das condições da zeladoria urbana. "Eles nunca limpam a calçada", diz a dona de casa Neusa Maria da Silva, de 67 anos, que convive com entulho nas ruas de São Miguel Paulista, na zona leste. "Jogam à noite e ninguém vê quem é", diz. São Paulo, 24 - As 32 subprefeituras de São Paulo perderam até R$ 730 milhões em recursos nos dois primeiros anos da gestão Fernando Haddad (PT). Neste ano, as administrações regionais continuam com desempenho aquém do observado nos mandatos anteriores. A desidratação dos órgãos é uma medida coordenada pela Prefeitura, que aloca em pastas do primeiro escalão verbas que antes eram reservadas aos subprefeitos. Moradores das regiões mais afetadas já têm reclamado das condições da zeladoria urbana. "Eles nunca limpam a calçada", diz a dona de casa Neusa Maria da Silva, de 67 anos, que convive com entulho nas ruas de São Miguel Paulista, na zona leste. "Jogam à noite e ninguém vê quem é", diz. http://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2015/07/24/interna_nacional,671742/subprefeituras-perdem-r-730-milhoes-na-gestao-haddad.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário