quinta-feira, 23 de abril de 2015

MORRE SANFONEIRO ''MANGABINHA '' AUTOR DE VÁRIOS SUCESSOS COM O '' TRIO PARADA DURA ''

Ele faleceu hoje as 7:30hs em BH vitima de infarto do miocardio e será velado no Cemiterio Bosque da Esperança tambem em BH. Mangabinha foi o fundador do Trio Parada Dura ha 45 anos atras ...Mangabina estava com 72 anos É com muito pesar que informamos sobre a morte do nosso grande amigo e companheiro MANGABINHA. A sua morte nos pegou de surpresa a todos nós. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que lhe ilumine e lhe dê paz, e que Deus dê conforto à sua família para que possam enfrentar esta imensurável dor com serenidade. Agradecemos imensamente o tempo que pudemos conviver com ele, que será sempre lembrado pelo profissionalismo, honestidade, lealdade, inteligência, competência e sensibilidade para lidar com as adversidades e conflitos humanos. Devemos sempre lembrar que Deus quer ao seu lado os melhores, e com certeza o nosso amigo já está ao lado do Senhor cumprindo uma nova missão. Deixamos os nossos mais sinceros pêsames aos familiares e amigos. FALECEU HOJE AS 7:30HS. O SEU CORPO SERÁ VELADO NO CEMITÉRIO BOSQUE DA ESPERANÇA EM BELO HORIZONTE ( MG) FÃS E AMIGOS QUEREMOS INFORMAR QUE O VELÓRIO DO NOSSO COMPANHEIRO MANGABINHA SERÁ REALIZADO NO CEMITÉRIO BOSQUE DA ESPERANÇA (BH), LOCALIZADO À RUA ALDEMIRO FERNANDES TORRES NO BAIRRO JAQUELINE. - FONE (31) 3214-2676 ATUALIZAÇÃO DO PORTAL G1 MG O músico Mangabinha, fundador do Trio Parada Dura, morreu na manhã desta quinta-feira (23), no hospital Socor, em Belo Horizonte. A causa da morte foi um acidente vascular cerebral (AVC), seguido de uma parada cardiorrespiratória, segundo informações de um dos netos do cantor, Mangabinha João Quadros. Carlos Alberto Mangabinha Ribeiro tinha 72 anos e convivia com o diabetes há 40 anos. Ele era casado e deixa duas filhas e três netos. O enterro será nesta sexta-feira (24), às 10h, no Bosque da Esperança, no Bairro Jaqueline, na Região de Venda Nova. Mangabinha nasceu na cidade de Corinto, na Região Central de Minas Gerais, em 1942. Aprendeu a tocar sanfona aos oito anos de idade e trabalhou como boia-fria no interior do estado. Em 1970, ele se mudou para a capital mineira. No início da carreira de músico, Mangabinha tocou com a dupla Gino e Geno. Em 1971, montou um trio com a dupla Delmir e Delmon, com quem lançou a música “Trio Parada Dura”, que deu origem ao nome do grupo. Delmir e Delmon foram posteriormente substituídos por Creone e Barrerito, sendo essa a formação do trio de maior sucesso. Atualmente, Mangabinha era acompanhado por Leone, Leonito e maestro Marinho. “Fuscão Preto", "Panela Velha" e "As Andorinhas" estão entre as músicas de maior sucesso gravadas pelo Trio Parada Dura. Ao longo de 26 anos, o músico foi dono de sete casas de show “Forró do Mangabinha” na capital. tópicos: Belo Horizonte, Corinto ASSESSORIA TRIO PARADA DURA ( OFICIAL ) HISTÓRIA Desde 1973, O Trio Parada Dura faz parte da cena sertaneja brasileira. Recebeu ao longo da carreira 11 discos de ouro e três de platina. O Trio construiu sua personalidade sobre uma base que conta com letras irreverentes e músicas de enorme apelo popular. Formado desde 1975 por Creone, Barrerito e Mangabinha - único remanescente da formação original do grupo - o Trio Parada Dura continua compondo novas músicas. Seu novo trabalho intitula-se Pra furar o couro1 . O Trio Parada Dura, teve quatro formações 2 : Delmir, Delmon e Mangabinha na primeira formação em (1973). Mangabinha ficou com os direitos do nome "Trio Parada Dura" ao ser desfeita a formação. Conheceu Creone e Barrerito (que já cantavam juntos) e os convidou pra formar a segunda geração do Trio, isso em 1975, e com essa formação ficaram conhecidos nacionalmente. Em 1981, com o lançamento do LP "Último Adeus", atingiram o sucesso nacional interpretando "Fuscão Preto" e Arapuca" que se tornaram dois dos maiores clássicos da música sertaneja brasileira. Em 1983 mais sucesso, desta vez com "Panela Velha", do LP "Alto Astral". Com "Bobeou a Gente Pimba" do LP "Astro Rei", de 1987, repetem o sucesso e registram mais um clássico da música caipira. Em 6 de Setembro de 1982, na cidade de Espírito Santo do Pinhal, estado de São Paulo, os integrantes sofreram um acidente aéreo e Barrerito ficou paraplégico. Ocupou então provisoriamente o seu lugar o irmão Parrerito, enquanto estava em tratamento. Após o retorno, Barrerito ficou por pouco tempo com o grupo, pois se sentia um estorvo por se locomover em cadeira de rodas partindo então para uma carreira solo, lançando em 1987 seu primeiro LP, emplacando em todo o país com a música "Onde Estão os Meus Passos", seguido dos sucessos "Juventude que Perdi", "Sentidos", "Amaremos", "Disque o 9″, "Morto por Dentro". Parrerito entrou então definitivamente no grupo ocupando o lugar de seu irmão Barrerito. Com essa formação que durou até 1992 o grupo lançou os álbuns Nos braços do povo, De ontem pra hoje, Palavra de honra, Gigante iluminado. Em 1998 Barrerito, Creone e Voninho formam o Trio Alto Astral,que teve vida curta, devido a morte, por infarto, do cantor Barrerito poucos meses após a formação do grupo. Atualmente o Trio Alto Astral está na sua segunda formação Voninho, Rio Preto e Ribeirão. Em 2008 Voninho morre vitima de Dengue Hemorrágica e Rio Preto e Ribeirão passaram a cantar em dupla sertaneja. O Trio Parada Dura retornou em 1999 com sua terceira formação (Creone, Parrerito e Mangabinha), gravando ainda Tapete Colorido (1999), Brilhante' (2001), e Pra Furar o Couro' (2006), o Trio se desfez em 2006.Creone & Parrerito formaram uma dupla,sendo respectivamente segunda e primeira vozes, intitulado de Os Parada Dura, que mais tarde tronou-se novamente trio com a presença do cantor Carlos Rezende, o Xonadão, em 2013 o Trio muda de nome para O Trio do Brasil3 . O Trio Parada Dura retornou novamente em novembro de 2007, com sua quarta formação (Leone, Leonito e Mangabinha). Em 2008 lançou o CD AS 20+ e em 2009 lançou o álbum Taça de Ouro com 15 obras de autoria do compositor Desembargador José Amancio em parceria com outros compositores (Lauri, Edna Teixeira, Leonito, Wanderley e o próprio Mangabinha). Ainda 2009 lançam mais um cd intitulado 14 novidades pela gravadora Garça com a produção de Teodoro, da dupla Teodoro e Sampaio. Fonte : Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário