quarta-feira, 1 de abril de 2015

BOM PRATO DE SÃO MIGUEL PAULISTA COMEMORA 14 ANOS DE FUNCIONAMENTO

A unidade do Bom Prato de São Miguel Paulista comemorou seu 14º aniversário. Para isso, foi servido um almoço especial: arroz, feijão, pãozinho, filé a Cigana, macarrão com bacon, salada de alface, suco de morango e, de sobremesa, Kid Lat Parmalat (rocambolinho). Apesar do cardápio diferenciado, não haverá alteração do valor nutricional ou do custo da refeição para os frequentadores do restaurante popular. O almoço começou às 10h30 para público prioritário (crianças, idosos e pessoas com deficiência) e, às 11h, para público em geral. O restaurante funciona na Rua José Otoni, 256. De segunda à sexta-feira são servidos 300 cafés da manhã completos por R$ 0,50 cada e 1,6 mil almoços a R$ 1 por pessoa, sendo que crianças até 6 anos não pagam. Gerenciada pela Associação da Casa dos Deficientes de Ermelino Matarazzo (ACDEM) a unidade já serviu 5,1 milhões de refeições, entre cafés da manhã e almoço, desde sua inauguração, em 30/03/2001. Para isso, o Governo investiu R$ 11.801.485,70 no custeio das refeições e R$ 192.367,92 em investimentos na sua infraestrutura, totalizando R$ 11,9 milhões. Além da alimentação, também são oferecidos cursos de capacitação na área de alimentos dentro do Bom Prato. As inscrições e a capacitação são do Via Rápida Emprego, programa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação. Sobre o Bom Prato O programa de segurança alimentar do Governo do Estado de São Paulo foi criado em dezembro de 2000 com objetivo de oferecer à população de baixa renda, refeições saudáveis e de alta qualidade a custo acessível. Atualmente há 48 unidades no Estado, sendo 22 localizadas na Capital e as demais na Grande São Paulo, litoral e interior. A rede de restaurantes Bom Prato serve diariamente cerca de 80 mil refeições (são 78,9 mil durante a semana e mais 3,7 mil no fim de semana, na unidade de Campos Elíseos). O almoço, com 1.200 calorias, feito de arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa (geralmente uma fruta da época) tem custo de R$ 1,00 para o usuário. O subsídio governamental é de R$ 3,50 para adultos e de R$ 4,50 para crianças com até 6 anos, que tem a refeição gratuita. Já o café da manhã tem leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação. A refeição tem 400 calorias em média e custa R$ 0,50 ao usuário. Em setembro de 2011 o serviço foi implantado em todos os restaurantes, com subsídio do Estado no valor de R$ 0,80 por refeição matinal. Desde a implantação do Programa Bom Prato, foram servidas mais de 135 milhões de refeições e investidos mais de R$ 320 milhões entre custeio das refeições, implantação e revitalização das unidades. FONTE : PORTAL LOCAL/PTBRASIL

Nenhum comentário:

Postar um comentário