quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Sabesp tira 6 bilhões de litros do 2º volume morto antes de ter autorização

Seca continua na represa reserva Jaguari-Jacareí, na cidade de Bragança Paulista, no interior de São Paulo A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) já retirou 5,94 bilhões de litros de água da segunda cota do volume morto mesmo antes de receber autorização da ANA (Agência Nacional de Águas) e do Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica), órgãos subordinados aos governos federal e de São Paulo, respectivamente. A água retirada é do reservatório Atibainha, um dos cinco que compõem o Sistema Cantareira. Até agora, a Sabesp estava autorizada a captar apenas a água da primeira cota do volume morto, conforme resolução conjunta entre a ANA e o Daee de julho deste ano. A companhia já pediu autorização aos órgãos para retirar água da segunda cota como um todo, isto é, incluindo Atibainha e as demais represas do Sistema Cantareira. ANA e Daee concordaram com a retirada, mas a captação só ocorrerá depois que ambos aprovarem uma resolução para estabelecer a quantidade e o formato da retirada da água. A ANA propõe que a captação seja feita em etapas. A resolução de julho deste ano estabeleceu que a Sabesp poderia retirar água do reservatório Atibainha até a marca de 777 metros. Para captar além disto, teria que pedir autorização aos órgãos competentes. LEIA MAIS : http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2014/10/22/sabesp-descumpre-norma-e-retira-6-bilhoes-de-litros-do-2-volume-morto.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário