segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Jovem reúne R$ 4,5 milhões para retirar plásticos dos mares do planeta Iniciativa começou quando jovem holandês tinha 16 anos. Há quatro anos no projeto, Boyan criou sistema de limpeza que não ameaça os animais.

É um garoto que, como tantos outros, sonha mudar o mundo, fazer com que ele fique um pouco melhor. A diferença é que milhares de pessoas, inclusive cientistas e professores universitários, acreditam que ele vai conseguir. E a tarefa é gigantesca: limpar os mares do planeta de um dos piores poluentes: o plástico. Várias soluções já foram pensadas e abandonadas: eram difíceis ou caras demais. Usar redes, por exemplo, poderia liquidar com a vida marinha. Até que Boyan surgiu com sua ideia inovadora. Quando se tem uma boa ideia, nenhuma tarefa é grande demais, nada é impossível. Boyan decidiu limpar os oceanos quando tinha 16 anos de idade. Hoje, apenas quatro anos depois, ele lidera uma equipe de 100 pessoas e recebe o apoio de gente de 150 países, uma multidão que o conheceu pela internet e embarcou no sonho dele. Ele conta que tudo começou quando estava mergulhando na Grécia. “Eu me dei conta de que havia mais plástico do que peixes na água. Depois de um ano, descobri um método, um jeito de limpar metade do lixo do Oceano Pacífico em dez anos”, conta Boyan. O próximo passo foi entrar na internet e apresentar a ideia a quem se interessasse. “Fomos inundados com 50 mil e-mails por dia de pessoas que queriam ajudar”, lembra o jovem. Para convencer as pessoas, era preciso mostrar que o projeto funcionava. Os primeiros testes foram feitos em uma piscina. Depois, no mar de verdade, em Portugal e no Havaí, nos Estados Unidos. LEIA MAIS ; http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2014/08/jovem-reune-r-45-milhoes-para-retirar-plasticos-dos-mares-do-planeta.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário