sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Torcedora é afastada do trabalho no RS após ofensas racistas a jogador Jovem foi flagrada chamando goleiro Aranha de "macaco" na Arena. Ofensa ocorreu durante o jogo entre Grêmio e Santos, pela Copa do Brasil.

A torcedora gremista flagrada pelas câmeras de transmissão de TV chamando o goleiro Aranha de "macaco" durante a partida entre Grêmio e Santos na noite de quinta-feira (29), em Porto Alegre, foi afastada do trabalho no Centro Médico e Odontológico da Brigada Militar. Ela era funcionária de uma empresa terceirizada e prestava serviços de auxiliar de odontologia na clínica da polícia militar gaúcha. Segundo a assessoria de imprensa da corporação, a torcedora foi identificada ainda na noite de quinta-feira (28). O pedido de afastamento partiu da própria direção do centro médico. De acordo com a Brigada Militar, tanto a clínica quanto o comando da corporação repudiam qualquer ato de violência de qualquer tipo de discriminação. Nesta sexta-feira (29), o goleiro Aranha registrou um Boletim de Ocorrência (BO) em uma delegacia de Porto Alegre. Segundo o delegado Herbert Ferreira, responsável pela 4ª DP, a Polícia Civil foi até o hotel onde a delegação santista está hospedada e fez o convite para o depoimento, que foi aceito pelo jogador. LEIA MAIS : http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2014/08/torcedora-e-afastada-do-trabalho-no-rs-apos-ofensas-racistas-jogador.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário