terça-feira, 24 de junho de 2014

Galvão reclama de crítica de Ronaldo à seleção e corneta tira-teima Fifa

Ninguém deve esperar sobriedade de Galvão Bueno. Ainda mais em Copa do Mundo. Mas o narrador da Globo está exagerando mais do que de costume. Nesta tarde, descrevendo Brasil e Camarões, ele vestiu a fantasia de Pacheco antes de a partida começar e não tirou mais, até o fim. Um dos momentos mais constrangedores do seu entusiasmo exagerado em defesa do Brasil ocorreu no intervalo. Ronaldo e Casagrande, como todos os espectadores, não estavam satisfeitos com o desempenho da seleção, mesmo vencendo por 2 a 1 no primeiro tempo. “Cadê o sorriso?”, cobrou o narrador. “Você não está exigente demais?”, criticou Galvão. O ex-jogador, então, se sentiu obrigado a justificar: “A gente quer espetáculo.” Casagrande, da mesma forma, teve que se explicar. Parafraseando os Titãs, disse: “A gente não quer só ganhar. A gente quer espetáculo e arte”. Outro momento de patriotismo exagerado ocorreu depois do terceiro gol, de Fred. O tira-teima da Fifa mostrou que o atacante brasileiro estava em posição de impedimento. Galvão não se conformou: “A própria Fifa já admitiu que não funciona”, “cornetou” o narrador. LEIA MAIS : http://uolesportevetv.blogosfera.uol.com.br/2014/06/23/galvao-reclama-de-critica-de-ronaldo-a-selecao-e-corneta-tira-teima-fifa/

Nenhum comentário:

Postar um comentário