segunda-feira, 2 de junho de 2014

Cemitérios do Alto Tietê terão que passar por análise de contaminação . Investigação confirmatória de contaminação foi exigida pela Cetesb. Foram notificados quatro cemitérios de Mogi das Cruzes, Suzano e Ferraz.

Cemitérios da região terão que apresentar à Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) uma investigação confirmatória de contaminação das águas subterrâneas por necrochorume. Receberam a notificação quatro cemitérios do Alto Tietê: o Cemitério de Sabaúna, em Mogi das Cruzes; Cambiri e Saudade, em Ferraz de Vasconcelos e São João Batista, em Suzano. O prazo para a entrega do relatório é final de julho. De acordo com a Cetesb, os cemitérios foram selecionados depois da avaliação de critérios como profundidade do lençol freático, a proximidade de corpos d'água e o porte do município. Além disso, apenas cemitérios construídos antes de 2002 estão na lista. O cemitério de Sabaúna possui cerca de 680 sepulturas e recebe, em média, até cinco sepultamentos por mês. O primeiro sepultamento realizado no local foi na década de 1940. A possibilidade de contaminação aflige quem mora próximo ao local, como o domador de cavalos, Rafael Ferreira. “Eu moro mais para cima do cemitério, mas tenho um conhecido que mora mais próximo. Se essa contaminação existir, é uma coisa que preocupa, teria que fazer um tratamento dessa água. A maior parte da água do pessoal do bairro é de poço”, conta ele. LEIA MAIS ; http://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/2014/06/cemiterios-do-alto-tiete-terao-que-passar-por-analise-de-contaminacao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário