domingo, 8 de junho de 2014

Alckmin diz que metroviários grevistas podem ser demitidos Governador de SP não descarta usar polícia para funcionamento do Metrô. TRT considerou ilegal a paralisação da categoria neste domingo (8).

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), convocou os metroviários a voltarem ao trabalho na noite deste domingo (8). "Hoje o TRT decidiu que a greve é a abusiva, totalmente ilegal. Hoje não tem discussão, ela é totalmente ilegal. O TRT definiu o índice do dissídio e a proposta adotada foi a do Metrô. Então, não tem o que discutir", disse. Alckmin lembrou que os funcionários que não retomarem as suas atividades podem ser demitidos por justa causa. "O dissídio não se discute. Agora nós estamos discutindo o direito de trabalhar de mais de cinco milhões de pessoas que precisam do Metrô. Quero deixar claro que quem não for trabalhar incorre na possibilidade de demissão por justa causa", afirmou. O governador de São Paulo disse esperar que a paralisação termine ainda na segunda-feira (9). Ele afirmou ainda que não descarta utilizar a polícia “para garantir a segurança de quem quer trabalhar." LEIA MAIS : http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2014/06/alckmin-diz-que-metroviarios-grevistas-podem-ser-demitidos.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário