terça-feira, 13 de maio de 2014

Câmara autoriza feriado na abertura da Copa e cerveja no Itaquerão

Com oposição da bancada evangélica e de vereadores ligados ao comércio, a Câmara Municipal de São Paulo autorizou a Prefeitura a decretar feriado na abertura da Copa do Mundo, no dia 12 de junho, Dia dos Namorados e data do jogo entre Brasil e Croácia. O pedido havia sido feito, no dia 24, pelo prefeito Fernando Haddad (PT). A votação foi de 30 votos favoráveis e 15 contrários. Os parlamentares paulistanos também permitiram a venda de bebida alcoólica dentro da Arena Corinthians durante as seis partidas do Mundial – o comércio de cervejas dentro dos estádios estava vetado na capital paulista, por motivos de segurança, desde 1992. A proposta precisa agora passar por segunda votação antes de ir à sanção do prefeito. Mas houve protestos de vereadores que querem mudar o texto original na nova votação. Para o vereador e empresário Andrea Matarazzo (PSDB), muitos setores do comércio vão ser prejudicados com a paralisação em pleno Dia dos Namorados. “Queremos uma emenda que exclua do feriado restaurantes e o comércio de lojas, por exemplo. O feriado deve ser dentro das empresas”, argumentou Matarazzo. Líder da Frente Parlamentar Cristã, o vereador Eduardo Tuma (PSDB) é contra a liberação da venda de cervejas durante a Copa, como exige a Fifa. Dentro do Itaquerão serão vendidas latinhas de Budweiser, uma das patrocinadoras do evento. “Nós da bancada evangélica somos contra essa liberação. É uma exceção descabida. A Frente Cristã aqui na Câmara é contra!”, disparou Tuma. “Eu sou contrário ao consumo de drogas legais e ilegais. Sou a favor da família brasileira”, bradou o tucano. LEIA MAIS : http://blogs.estadao.com.br/diego-zanchetta/camara-autoriza-feriado-na-abertura-da-copa-e-cerveja-no-itaquerao/

Nenhum comentário:

Postar um comentário