quinta-feira, 29 de maio de 2014

Além de roubo, deputado do PT foi condenado à prisão por racha

Luiz Moura foi flagrado dando ‘cavalo de pau’ ao volante de um Opala branco no município de Poá (SP), em 1991 por Fernando Gallo Além das duas condenações por roubo no sul do País, que lhe resultaram condenações a um total de 12 anos de prisão, o deputado Luiz Moura (PT), que se reuniu com suspeitos de integrarem o PCC, também foi condenado à prisão em São Paulo no começo dos anos 1990 pela prática de racha no trânsito. Em depoimento à Polícia, Luiz Moura confessou o crime. Ele contou aos policiais que chegou a uma praça de Poá, na Grande São Paulo, em seu opala branco, quando encontrou com um conhecido de nome Neverson, que chegara em um opala marrou e o convidou para dar um “cavalo de pau”, o que o petista aceitou. O deputado, à época com 20 anos, informou no depoimento que saia da praça rumo a um pedágio e que “ali esterçava o volante e puxava o freio de mão, fazendo o carro rodopiar, e depois retornavam e faziam novamente tal manobra”. Ele também afirmou que 11 conhecidos assistiam às manobras, e que, ao que soube, Neverson quase atropelou pessoas que passavam pela praça. LEIA MAIS : http://blogs.estadao.com.br/fausto-macedo/alem-de-roubo-deputado-do-pt-foi-condenado-a-prisao-por-racha/

Nenhum comentário:

Postar um comentário