segunda-feira, 15 de julho de 2013

União Mogi e Ecus empatam e time de Suzano fica perto da classificação

O Ecus conseguiu alcançar o objetivo que traçou para essa partida: conquistar ponto, não importando quantos. Na manhã deste domingo, o Leão do Colorado empatou com o União Mogi em 1 a 1, no Estádio Francisco Ribeiro Nogueira, o Nogueirão, em Mogi das Cruzes. Em partida válida pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, o resultado foi importante para os visitantes que vão depender de uma vitória no próximo jogo para garantir a classificação para a fase seguinte do estadual. A equipe também se classifica com empate ou até derrota, desde que o Manthiqueira não ganhe do União Mogi. O União Mogi fez um bom primeiro tempo e iniciou bem a partida na segunda etapa. Com a perda do meia Juninho (sentiu a coxa), que segurava e distribuía as jogadas no meio de campo, o volume de jogo do Alvirrubro no setor diminuiu. Dessa forma o Ecus melhorou o rendimento e definiu o empate como resultado final. Todos os jogos da última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão serão realizados no próximo domingo às 10h. O Ecus recebe o Jacareí no Estádio Francisco Marques Figueira, o Suzanão. O União Mogi visita o Manthiqueira no Estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá. O jogo O União Mogi encontrou um adversário que jogou por todo tempo priorizando a defesa. Os donos da casa tinham liberdade para trocar passes até o meio de campo. Quando ultrapassaram esse limite, os visitantes começavam a combater o time mandante. Mesmo compactando a marcação, o ataque unionista tinha espaço para trabalhar a bola. O Ecus esteve durante todo o primeiro tempo desarrumado defensivamente e os homens de frente não apareceram na partida. A Serpente do Tietê ficou por mais tempo com a posse da bola. Algumas jogadas foram criadas, mas poucas ofereceram risco ao goleiro Jorge, do Ecus. Os sustos que o Leão do Colorado sofreu foram nas bolas paradas. O time alvirrubro chegou a encontrar espaço nas costas dos laterais suzanenses. Contudo, o primeiro tempo terminou sem gols. O União Mogi precisou de dois minutos para mostrar ao Ecus que a postura do time estaria mais agressiva na segunda etapa. Pressionando os visitantes, os donos da casa tiveram a oportunidade de mais uma bola parada. Na cobrança da falta na intermediária, Ronaldinho cruzou a bola para Thaô que desviou para o fundo da rede. O lado esquerdo do ataque mogiano era o mais perigoso. O atacante Jeferson Chumbinho era o jogador que mais chamava o jogo e na linha de fundo o camisa 11 preocupava a marcação suzanense. Apesar de receber pressão do ataque unionista, o Ecus conseguiu organizar algumas jogadas na segunda etapa da partida. A partir dos 15 minutos, o Leão do Colorado começou a se soltar. Bruno, momentos antes de ser substituído, driblou o goleiro Rafael, mas no arremate encontrou a defesa. Aos 21 minutos, Moacir carregou a bola da esquerda para o centro do campo. Em um chute forte, o atacante leonino empatou a partida. Nesse momento o técnico Paulo Mulle já havia feito todas as substituições do jogo por motivo de lesão e não pôde mudar o time. Com o gol, o Ecus pela primeira vez igualou o volume de jogo. O União Mogi perdeu força no meio de campo com a saída do camisa 10 Juninho. No primeiro tempo o Ecus jogava atrás, no final do segundo o Alvirrubro teve que se encolher na defesa. O Ecus criou algumas chances mas não conseguiu virar o placar e o resultado permaneceu igual. FONTE : Por Thiago Fidelix Mogi das Cruzes, SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário