sábado, 6 de julho de 2013

LUTO NA MÚSICA : MORRE APRESENTADOR GERALDO MEIRELLES '' O MARECHAL DA MÚSICA SERTANEJA ''

Faleceu, na noite de ontem (5), Geraldo Meirelles, conhecido como o “Marechal da Música Sertaneja”. Ele tinha 87 anos e faleceu em sua cidade natal, Casa Branca-SP. A causa da morte não foi divulgada ainda pela família. Meirelles tem história vasta e importante na música caipira. Um dos principais defensores do gênero na mídia, fez seu nome no rádio paulistano antes de estrear sua grande atração na TV, o programa “Canta Viola”, um grande espaço conseguido para a música sertaneja ainda nos anos 1960, e que permaneceu por quase três décadas no ar. Como apresentador, passou pela Record, Cultura, Gazeta, Tupi e Bandeirantes. Foi Geraldo Meirelles quem sugeriu o nome “Chitãozinho e Xororó” a dois jovens cantores paranaenses. A ideia veio de uma canção justamente com esse nome, composta por Athos Campos, que foi seu cunhado. Uma das últimas aparições nacionais de Geraldo Meirelles na TV foi como entrevistador do “Roda Viva” em um programa com Zezé di Camargo e Luciano, no ano passado. A alcunha de “Marechal” surgiu ainda na época de rádio. De acordo com o que o próprio Meirelles relatou em entrevistas, como muitos radialistas já utilizavam o termo “capitão” (Capitão Furtado, Capitão Barduíno e etc), deram o apelido a ele de “Marechal” pra diferenciar. No vídeo abaixo, Geraldo Meirelles, Chitão e Xororó contam a história de como se conheceram e de como Geraldo propôs (ou impôs) o nome à dupla. FONTE : ANDRÉ PIUNTI /UNIVERSO SERTANEJO

Nenhum comentário:

Postar um comentário