sábado, 22 de junho de 2013

PAULISTANO NOTA DEZ A enfermeira que ajudou vítimas do terremoto no Haiti Atuando como voluntária, a paulistana Cláudia Cândido da Luz já esteve três vezes no país desde 2010

Na tarde de 12 de janeiro de 2010, anotícia do terremoto que assolou oHaiti correu o mundo. Quase queimediatamente, a enfermeira paulistanaCláudia Cândido da Luz começou a se mobilizar para ajudar as vítimas. Uma das únicas profissionais brasileiras especializadasem terapia infusional (técnica recente quepermite, por meio de incisões na pele, a colocação de cateteres e medicamentos), ela sedispôs a integrar as missões de socorro queseu local de trabalho, o Hospital Albert Einstein, enviaria para lá. Um mês depois, estavano país, liderando uma equipe de quinze voluntários. A dimensão da empreitada foi percebida logo que chegaram à base militar nafronteira com a República Dominicana. Conforme o avião se aproximava do campo deferidos, a paisagem ficava mais parecidacom a de uma guerra. Milhares de pessoasmutiladas e doentes ocupavam tendas queserviam de abrigo. Entre outras cenas chocantes, a enfermeira não esquece até hoje ado garoto com uma fratura exposta na pernaque, junto com o pai, carregou o corpo damãe por sete dias até encontrar um lugar parao funeral. “Pensei que não fosse aguentartanto sofrimento”, lembra Cláudia. LEIA MAIS ; http://vejasp.abril.com.br/materia/conheca-a-enfermeira-que-ajudou-vitimas-do-terremoto-em-2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário