sexta-feira, 5 de abril de 2013

CETESB SUSPENDE LICENÇA DE ATERRO SANITÁRIO, EM SANTA ISABEL,SP

Desmoronamento de 100 toneladas de lixo aconteceu em outubro do ano passado. Cidades do Alto Tietê terão que levar os detritos para outros aterros A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) suspendeu, na última semana pela segunda vez , a licença de operação do Aterro Anaconda Ambiental Empresarial Ltda., localizado no Município de Santa Isabel, na região metropolitana de São Paulo. A medida foi tomada em decorrência do deslizamento de lixo ocorrido no dia 6 de outubro de 2012 e tem a finalidade de reduzir os riscos de novos acidentes no local. De acordo com a Cetesb, a empresa comunicou no mesmo dia da notificação que acata a decisão da Companhia e que está tomando as medidas para paralisar as atividades, devendo apenas concluir as operações ainda pendentes. O trabalho de remoção do lixo deslizado e a recuperação da área impactada deverá continuar normalmente, seguindo o plano aprovado pela agência ambiental. No dia 6 de outubro cerca de 100 mil toneladas de lixo deslizaram em uma área dentro do empreendimento. Segundo técnicos da Cetesb, o desmoronamento da pilha de lixo aconteceu na área de disposição mais antiga, onde a pilha de resíduos alcançava cerca de 50 metros de altura. Dessa forma, o lixo se espalhou em uma área de cerca de 8 mil metros quadrados, sem ultrapassar os limites do aterro. Destino do lixo A Cetesb enviou um comunicado para as prefeituras que utilizavam o serviço do Aterro sobre a suspensão da licença, orientando-as para buscarem alternativas para o encaminhamento do lixo urbano. Mogi das Cruzes e Arujá, que produzem respectivamente 216 e 30 toneladas por dia, passarão a encaminhar os resíduos para um aterro em Caieiras, na Grande São Paulo. As prefeituras de Santa Isabel, que produz 16 toneladas por dia de lixo, e Caraguatatuba, que produz 40 toneladas por dia, informaram que já estavam definindo a futura destinação dos resíduos municipais. Apenas os municípios de Biritiba Mirim e Salesópolis, que produzem respectivamente 10 e 4 toneladas diárias, ainda não informaram para a Cetesb o local para onde encaminharão os detritos. Situação do Aterro O Aterro Anaconda, está localizado na Estrada Velha Santa Isabel-Mogi das Cruzes, no Bairro Cachoeira, tem área total de 300 mil metros quadrados, e estava operando desde 2001, quando recebeu a primeira Licença de Operação da Cetesb. A vida útil do empreendimento prevista é de aproximadamente mais 18 meses. De acordo com a Companhia, para voltar a funcionar, a empresa terá de comprovar tecnicamente que a área não corre o risco de novos deslizamentos. O dono do Aterro, Edélcio Lungarezi disse ao G1 que o empreendimento deveria ser liberado em cerca de 20 dias, prazo quando devem ser concluídos os estudos solicitados pela Cetesb na época. FONTE ; G1 SUZANO E MOGI DAS CRUZES

Nenhum comentário:

Postar um comentário